Whey Protein E BCAA – Como Tomar?

Antes de começarmos este artigo é importante que algumas coisas fiquem claras com relação aos suplementos alimentares…

O suplemento não é uma espécie de milagre que vai ajudar o músculo a crescer do nada.

É preciso aliar seu consumo a uma boa alimentação e uma intensa atividade física.

O principal objetivo dos suplementos é dar suporte em relação à nutrição, ou seja, fornecer os nutrientes necessários e requisitados para ajudar no ganho de massa muscular de forma mais prática e eficaz.

Mas, como já dito, é preciso ter um estímulo para ver os resultados.

Isso porque, como a palavra “suplemento” sugere, a ideia é suplementar e complementar a alimentação em busca do rendimento esportivo, para o crescimento do músculo.

Muitas pessoas perguntam quais são os melhores suplementos para ganhar massa muscular. Eu recomendo o Whey Protein E BCAA…

Vou explicar sobre o que são os dois e como tomar da melhor forma…

O Que É Whey Protein?

O whey protein é o suplemento para ganhar massa muscular mais famoso. É composto basicamente por proteínas, formadas por uma cadeia de aminoácidos ligados.

Ou seja, o whey protein fornece aminoácidos essenciais que funcionam como substrato, “tijolinhos” para o nosso músculo.

Os aminoácidos essenciais são aqueles que o nosso corpo não é capaz de produzir, devendo ser obtidos a partir da alimentação ou, em alguns casos, por meio da suplementação.

Como tomar whey protein?

Geralmente, o consumo de whey protein se dá logo após os treinos, pois é quando o corpo utiliza a proteína para recuperação muscular.

Mas pode variar de acordo com as necessidades de cada esportista. É recomendado consumir o whey protein diluído somente em água uma vez que o leite não é eficaz, pois diminui a velocidade de absorção dos aminoácidos.

O Que É BCAA?

Formado por três aminoácidos de cadeia ramificada (L-Leucina, L-Valina e L-Isoleucina), o BCAA também é um suplemento que pode auxiliar na conquista de músculos. Ele é composto por 1/3 de proteínas.

Como tomar BCAA?

Não há uma recomendação específica em relação à quantidade de BCAA que deve ser consumida por dia.

Para quem pratica atividade física, é recomendado que os aminoácidos sejam consumidos logo após o treino, pois o BCAA pode evitar o catabolismo muscular, reduzir a fadiga e ajudar na recuperação muscular.

Lembre-se de buscar orientação de um médico ou nutricionista para estabelecer a quantidade ideal, de acordo com as suas necessidades.

Que fique claro que quando for a um nutricionista, seu foco deve ser em solicitar um programa nutricional baseado em alimentos naturais, e não em suplementos!

O nutricionista deve avaliar se realmente será necessário a inclusão deles no seu programa nutricional, pois, na grande maioria das vezes, a alimentação natural por si só já basta…

E tome muito cuidado com nutricionistas que logo de cara já ficam de oferecendo um monte de suplementos para tomar, pois, alguma coisa ele está ganhando com isso…

Se ele te recomenda um monte de suplementos, ou as lojas/lugares que você deve comprar, pode ter certeza de que ele está ganhando uma parte do lucro das vendas com isso, ou até mesmo é o dono da loja!

Recomendo se isso acontecer, nunca mais volte neste tipo de nutricionista! Simplesmente procure um outro mais honesto que não fique tentando apenas arrancar dinheiro do seu bolso…

Consumo De Gorduras – Será Mesmo Prejudicial A Saúde?

Ao longo de todos esses anos, vem sido pregado que as gorduras são os principais vilões de uma alimentação saudável e sendo diretamente associada a problemas cardíacos…

Mas, será que o consumo de gorduras é tão prejudicial assim mesmo para a nossa saúde?

Para os cientistas, com base nos resultados da pesquisa e ao contrário da crença popular, o consumo de gorduras em quantidade mais elevada do que os 30% de calorias diárias que as normas internacionais recomendavam desde a década de 1980 pode reduzir o risco de morte por doença cardiovascular em até 23%.

Por outro lado, uma ingestão elevada de carboidratos – equivalente a mais de 60% das calorias diárias – aumenta esse risco.

No recente estudo, os pesquisadores da Universidade McMaster e da Hamilton Health Sciences, ambas no Canadá, analisaram a alimentação de 135.000 pessoas nos cinco continentes.

Em média, a dieta dos participantes era composta por 61% de carboidratos, 23% de gordura e 15% de proteína.

Os resultados mostraram que uma dieta que inclui até 35% de gorduras totais incluindo saturada, poli-insaturada e monoinsaturada – a mais saudável de todas – reduz o risco de morte prematura em até 23%.

Altos níveis de ingestão de gordura saturada, normalmente considerada prejudicial à saúde, diminuiu esse risco em 13%.

Por outro lado, as pessoas que ingeriam altas quantidades de carboidratos, encontrados principalmente em pães e arroz, apresentaram um aumento de 30% no risco de morte, em comparação com aquelas que estavam em uma dieta “low carb”, ou seja, com baixo consumo da substância.

Os pesquisadores acreditam que esse efeito prejudicial do excesso de carboidrato esteja associado ao fato de que ele é facilmente armazenado como glicose no corpo, aumentando rapidamente seu nível no sangue, o que contribui para o desenvolvimento de doenças crônicas como diabetes e obesidade – dois fatores de risco para doenças cardiovasculares.

O consumo moderado de gorduras, equivalente a 35% das calorias diárias, incluindo a tão temida gordura saturada, está associado a uma longevidade maior.

Como não é novidade para ninguém, tudo depende de uma dieta rica e variada somada a outros fatores determinantes, como a prática de atividade física e a genética de cada indivíduo.

“Não é só o consumo de gordura que está relacionado a esse risco, mas muitas variáveis do estilo de vida”, disse Daniel Magnoni, cardiologista e nutrólogo do Hospital do Coração e do Hospital Dante Pazzanese de Cardiologia, ambos em São Paulo.

Outros nutrientes, como proteínas e fibras, e fatores de risco, como fumo, obesidade e hipertensão, também são importantes.

Os alimentos por si só possuem diferentes composições de gorduras. O alimento mais rico em gordura monoinsaturada mais presente na mesa é o azeite de oliva.

Conclusão Sobre Consumo De Gorduras – Será Mesmo Prejudicial A Saúde?

Ao contrário do que vem se propagado ao longo do tempo, o consumo de gorduras não é esse bicho de 7 cabeças como vêm sido pregado…

O mais importante é abolir as gorduras trans que são encontradas nos biscoitos, sorvetes, doces, bolos; consumir moderadamente as gorduras saturadas que são encontradas principalmente nas carnes e ingerir mais frequentemente as gorduras poli e mono-insaturadas que você poderá encontrar nos peixes, nozes, amêndoas, castanhas, abacate, azeite, entre outros…

Assista o vídeo abaixo sobre esse assunto e complemente o seu conhecimento sobre este assunto:

Diabetes E Ganho De Peso – A Combinação Mortal Para Sua Saúde…

O diabetes é uma ameaça que não para de crescer…

Para entender melhor vamos saber o que é a diabete.

O diabetes é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos, causando um aumento da glicose (açúcar) no sangue.

O diabetes acontece porque o pâncreas não é capaz de produzir o hormônio insulina em quantidade suficiente para suprir as necessidades do organismo, ou porque este hormônio não é capaz de agir de maneira adequada (resistência à insulina).

A insulina promove a redução da glicemia ao permitir que o açúcar que está presente no sangue possa penetrar dentro das células, para ser utilizado como fonte de energia.

Portanto, se houver falta desse hormônio, ou mesmo se ele não agir corretamente, haverá aumento de glicose no sangue e, consequentemente, o diabetes.

De acordo com estudo publicado na revista médica britânica The Lancet, a taxa mundial de diabetes quase dobrou nas últimas duas décadas.

Já são quase 400 milhões de diabéticos no mundo, mais de 5% da população mundial.

E quase todo o aumento foi do tipo 2, que é a forma mais comum da doença e costuma ser relacionado à obesidade.

A vida sedentária, a tendência genética e principalmente o ganho de peso são as principais causas.

O ganho de peso é decorrente do excesso de calorias ingeridas. Dessa forma, se a pessoa come açúcar a mais e acaba por isso ganhando peso, neste caso sim, o açúcar é a causa do ganho de peso, que finalmente, pode levar ao Diabetes.

Mas se a pessoa come pão em excesso, ou batata, ou arroz, e devido a estas calorias fica acima do peso, também igualmente tem risco de desenvolver Diabetes.

Resumindo: não é o fato de comer especificamente açúcar que causa Diabetes, mas sim o fato de comer em excesso qualquer alimento que acabe fazendo com que o peso da pessoa aumente.

E, além do excesso de peso, é preciso juntar outros fatores, como sedentarismo e história familiar para daí sim, ter maior risco de desenvolver Diabetes.

Conclusão Sobre Diabetes E Ganho De Peso – A Combinação Mortal Para Sua Saúde…

Está muito claro que o mundo vive uma verdadeira epidemia de diabetes.

Todos sabem que o grande vilão da história é açúcar, o refrigerante e os produtos feitos com farinha de trigo (especialmente a branca).

Os responsáveis pela saúde da população fazem vista grossa para o problema, os alimentos oferecidos como lanches na escola não são balanceados…

A indústria alimentícia parece ainda reinar sobre uma alimentação saudável e nutritiva tanto para as crianças como para os adultos…

A maior recomendação que posso dar, é que se você tem filhos, netos, sobrinhos, ou de alguma forma conhece crianças tem contato com elas, evite ao máximo o consumo de alimentos preparados com açúcar simples tais como bolos, sorvetes, refrigerantes e etc, pois, o poder que eles possuem sobre nossa mente são enormes, e retirar o hábito vai se tornar extremamente difícil depois…

O vício em açúcar simples é equivalente ao da cocaína no nosso cérebro, portanto, não deixe com que esse alimento domine sua mente e traga efeitos nocivos para a sua saúde como no caso da diabetes e da obesidade…

Assista o vídeo abaixo para complementar mais a sua leitura sobre este assunto:

Corrida De Rua – Dicas Essenciais Para Você Se Dar Bem!

Todo corredor que já tem alguns quilômetros rodados por aí sabe de alguns “mantras” que são disseminados quando o assunto é treinamento para corrida de rua – e que são seguidos como se fossem regras…

Mas o treinamento, assim como a alimentação, é individual e todas as regras costumam ter exceções.

Dicas Essenciais Para Você Se Dar Bem Nas Corridas De Rua

Longas distâncias: o treinamento para corrida de rua mais eficaz imita o evento para o qual você está treinando.

Se você quer correr 10 km abaixo de 1 hora, precisa fazer um treino neste tempo específico pelo menos uma vez (ou bem próximo).

Porém, vale a dica: quando falamos de longas distâncias, acima de 21 km, não é aconselhável corrê-las antes do dia da prova…

Ou seja, se você está treinando para uma meia-maratona, provavelmente não irá correr 21 km antes da prova. Isso exigiria um tempo longo para o corpo recuperar-se e poderia atrapalhar o andamento do treinamento.

Então anote a sugestão para treinar para o seu maior desafio: mantenha a distância total menor do que a distância que irá correr ou corra no tempo que você precisa manter na prova em questão, mas correndo distâncias menores.

Rodagem: aumente semanalmente a quilometragem do seu treinamento de corrida de rua, mas não mais do que 10% por semana.

Essa regra dos 10% foi popularizada nos anos 1980, quando especialistas notaram que aqueles que aumentavam mais do que isso eram mais propensos a lesões no esporte.

Mas existe uma exceção quando falamos do treinamento para corrida de rua: se você já pratica a corrida há um tempo e está voltando de um período off, treinando distâncias menores (de até 10 km) você pode adicionar mais do que 10% do volume de treino até voltar ao seu ritmo normal.

Comeu? Espere duas horas para correr: a maioria das pessoas precisa de cerca de duas horas para digerir a comida, especialmente se forem alimentos mais pesados, ricos em gorduras ou muito calóricos.

Se você não esperar pela digestão, pode sofrer desde a famosa dor de lado, até gases, dores estomacais e, ainda, ter que parar a corrida para ir ao banheiro e isso seria terrível para o seu desempenho e resultados…

Porém, se a refeição for rica em carboidratos leves, dá para sair para correr depois de 1 hora ou 90 minutos mais ou menos. Então, logo antes de ir correr, invista em alimentos leves e nutritivos para não passar mal.

O aquecimento prepara o corpo para o exercício e aumenta gradualmente o fluxo sanguíneo para os músculos. E o desaquecimento é ainda mais importante.

Parar um exercício de forma abrupta pode causar câimbras, náuseas, tonturas e até desmaios. A exceção é que, em dias quentes, o corpo demora menos de 10 minutos para estar aquecido para a corrida.

Segue mais algumas dicas no vídeo abaixo para que você possa melhorar ainda mais nas suas corridas de rua:

Espero que essas dicas de corrida de rua te ajudem a melhorar ainda mais na sua jornada! Bons treinos e um ótimo desempenho para você principalmente nos eventos que for participar!

Os Suplementos Alimentares E Seus Benefícios E Cuidados Para Saúde

Quando falamos de suplementos logo imaginamos aqueles potes enormes que os fortões da academia usam, mas, suplementos não são apenas destes tipos.

Suplementos é o acréscimo de algo, que muitas vezes nos falta.

São muito conhecidos os suplementos alimentares de vitaminas e minerais, em que muita gente acredita que é apenas um reforço que não faz mal algum, mas isso não é verdade.

O uso desses suplementos deve ser feito de forma adequada e moderada, onde o ideal mesmo é procurar orientação médica antes de tomar qualquer vitamina e incluir na dieta.

O cansaço e o estresse, por exemplo, não são motivos para recorrer à suplementação vitamínica, pois não há benefícios específicos para esses casos…

Através da indicação de um especialista, as doses serão feitas em quantidades adequadas, e a pessoa só tomará o que for necessário ao organismo dela, além de evitar danos à saúde, como sangramentos e distúrbios neurológicos, devido à superdosagem.

Além disso é necessário ter muito cuidado com as vitaminas. As lipossolúveis, que são solúveis em gordura, depositam-se no organismo. É o caso das vitaminas A, D, E, K. Ao contrário das solúveis em água – como as do complexo B e C – que são eliminadas na urina

A suplementação vitamínica é recomendada em condições especiais, em que a alimentação não pode suprir algumas necessidades.

Alguns casos podem ser citados, como a suplementação de ácido fólico para mulheres durante a gestação; a suplementação de cálcio e vitamina D após os 60 anos.

Ferro para pessoas com anemia pela carência deste mineral; vegetarianos pela carência de vitamina B12 e outros nutrientes; crianças com maus hábitos alimentares ou ainda atletas, quando a carga de exercícios excede o que se ingere na alimentação.

Os médicos, entretanto, frisam a importância da alimentação como prioritária para a obtenção das vitaminas essenciais do nosso corpo.

Tomar vitaminas não substitui uma dieta saudável, já que a comida contém outros nutrientes essenciais, como fibras e ácidos graxos, algo que os suplementos não compensam.

Conclusão Sobre Os Suplementos Alimentares E Seus Benefícios E Cuidados Para Saúde

Sempre procure auxilio a um profissional capacitado para auxiliar sua necessidade nutricional, muitas vezes com a correria do dia a dia o nosso corpo perde os nutrientes necessários e a falta deles causa problemas de grande necessidade de controle e acompanhamento.

Um nutricionista é o profissional adequado para você se consultar caso tenha em mente iniciar a utilização de suplementos alimentares, seja quais forem os motivos e objetivos…

Jamais tome por conta própria ou pelos conselhos de amigos, professores de educação física e vendedores de lojas de suplementos alimentares…

Apenas e unicamente o nutricionista é o profissional a quem você deve recorrer neste caso…

Mas, sempre tenha em mente que priorize a elaboração de um programa nutricional objetivando a ingestão de alimentos naturais, pois, isso por si só já irá resolver 99% das suas necessidades…

Os suplementos alimentares devem vir como uma segunda opção, ou seja, como um complemento mesmo, pois, esta é a verdadeira finalidade deles…

Não há milagres quando se fala neste assunto e cuidado com o marketing, sensacionalismo e as propagandas “maravilhosas” sobre os efeitos de algum suplemento alimentar que você vê na mídia em geral!

Assista O Vídeo Abaixo Para Saber Mais Sobre Os Benefícios E Cuidados Com Os Suplementos Alimentares

Os Principais Exercícios Da Musculação Para Você Fazer

Todos nós sabemos que para atingirmos o nosso principal objetivo é preciso conhecer e saber sobre a musculação e os treinos, foque em seu objetivo e alcance ele.

A primeira questão é: você deverá fazer todos os principais exercícios da musculação?

Principais Exercícios Da Musculação

  • Agachamento:

Agachamento livre é um dos principais construtores de massa. Dolorido, intimidador e de difícil execução, ele é um dos exercícios mais eficientes que você poderá ter em sua rotina de treinamento. Se você quer coxas fortes e bem desenvolvidas, este é o rei dos exercícios!

  • Levantamento terra:

O foco principal do levantamento terra é costas e trapézio, porém ele também solicita outros grupos musculares. O levantamento terra é um exercício que (a exemplo do agachamento) vem sendo erroneamente abolido dos ginásios de musculação.

  • Desenvolvimento:

O desenvolvimento é um exercício básico, antigo, e, que possui diversas variações. Amplamente praticado por diversos esportistas, é um movimento excelente.

É um exercício que necessita assim como os demais de uma ótima execução.

Ele recruta os ombros e tríceps

  • Supino:

Supino é um dos exercícios mais populares, e preferido da maioria dos bodybuilders.

Infelizmente também é um dos mais mal executados, visto que boa parte dos adeptos trata ele também como um exercício para o ego.

O foco dele são os músculos peitorais maiores, mas envolvem músculos como deltoide, serrátil anterior, coracobraquial e tríceps braquial. É um exercício excelente, que não pode faltar em uma boa rotina de treinamento.

  • Remadas:

Para trabalhar completamente suas costas você precisará de remadas. Existem diversas variações, inclusive com máquinas e cabos.

Remada curvada e remada na barra “T” são exemplos de exercícios compostos que você deverá conhecer.

Os exercícios baseados em máquinas e cabos possuem seu espaço, mas não fique refém deles. Se você quer força e massa, prefira os pesos livres.

  • Barra fixa

É um dos melhores exercícios para tronco. Se você é iniciante, certamente terá dificuldades em fazê-la.

É importante ter dedicação e força de vontade, pois no começo não conseguirá ter bom desempenho nela.

Barra fixa fará você ganhar músculos e força. Se você ainda não a faz, é hora de mudar de ideia.

Os exercícios sugeridos neste artigo necessitam de cuidados especiais para a execução, principalmente por serem realizados com pesos livres e serem exercícios multiarticulares

Se você possui dúvidas quanto à execução deles, procure orientação profissional.

E Jamais esqueça que é necessário procurar um nutricionista para adequar sua alimentação, pois, de nada adianta um bom treino e uma alimentação deficiente…

Conclusão Sobre Os Principais Exercícios Da Musculação Para Você Fazer

Esses exercícios citados acima são os principais e também chamados de básicos da musculação, ou seja, você certamente fará esses exercícios para sempre nas suas rotinas…

Pode até haver outros exercícios e com certeza haverá, mas, esses são os essenciais e mais importantes e só o fato de apenas eles estarem nos seus programas de treinos já significa muita coisa, portanto, não deixe de executá-los para ganhar massa muscular e força!

Recomendo inclusive o vídeo abaixo, onde o Youtuber Rich Villela fala a respeito deste assunto:

Treinar Em Casa – Dicas Para Entrar Em Forma!

Nem sempre temos tempo para ir até uma academia ou a um parque treinar…

Será que podemos fazer alguma atividade em casa para compensar o treino? Sim, existem muitos exercícios para fazer em casa!

Há muitos motivos ou desculpas para uma pessoa não ir à academia – dias de chuva, frio, viagens à trabalho, falta de tempo e por aí vai…

Mas podemos elencar uma infinidade de exercícios que podem ser feitos no conforto da casa.

Se você é dos tímidos que não vai malhar por vergonha, pode começar praticando em casa!

Hoje em dia muitos condomínios possuem sua própria academia, o que viabiliza ainda mais o treino e atividade física para aqueles que se encaixam nessa definição.

O grande problema de treinar em casa é a motivação, ou melhor, a falta dela já que não há professor te empurrando para os exercícios…

Escolher entre o conforto do sofá ou desconforto do exercício depois de um dia inteiro de trabalho pode não animá-lo.

Mas supere: coloque o treino como um compromisso em sua agenda e faça, você vai sentir que valerá a pena depois!

Outro grande problema para quem busca essa opção para entrar em forma são as dúvidas sobre quais exercícios fazer, quando fazer um e outro, se os exercícios estão sendo executados de forma correta…

Convenhamos: não é todo mundo que conhece todos os exercícios e nem a maneira certa de fazer e por mais que você procure no Google, talvez algum exercício não se encaixe perfeitamente para você.

Exemplos de exercícios para fazer em casa

Veremos alguns exemplos de exercícios para fazer em casa. Se você possuir materiais como um elástico ou dumbells, a gama de exercícios aumenta consideravelmente.

Muitas pessoas compram esses apetrechos com esperança de começar a treinar mas não sabem exatamente o que fazer.

Peitoral: exercícios para peitoral são muito fáceis. A boa e velha flexão de braços além de trabalhar peitoral treina ombro e tríceps.

Ah você não consegue fazer nenhuma flexão? Não se preocupe, há várias formas de fazer – começando em pé apoiando na parede, até flexões com palmas!

Costas: Se você tiver um elástico, por exemplo, alguns exercícios já se tornam possíveis de serem realizados como a remada aberta e fechada, Puxada Alta, com o corpo levemente inclinado, abdômen travado levando a mão do lado quadril (sempre com as costas eretas).

O elástico é um material barato, leve que pode ser levado em qualquer lugar, até para um hotel em caso de viagem.

Dica importante: sempre prenda seu elástico em local firme como a grade da sacada.

Pernas: para anterior de pernas podem ser feitos agachamentos. Se você acha que não é capaz de agachar, comece devagar – use uma cadeira atrás de você e sente e levante sem usar as mãos. Aos poucos diminua o assento até ficar totalmente sem.

Conclusão Sobre Treinar Em Casa – Dicas Para Entrar Em Forma!

Não há motivos nem desculpas para não treinar em ficar em forma! Treinar em casa pode ser uma excelente alternativa para você, principalmente se não possui muito tempo disponível para sair de casa e ir até uma academia para pode treinar…

Exercícios com materiais básicos e portáteis como elásticos, bolas, trx, halteres, caneleiras, poderão se tornar sua academia residencial particular sem precisar investir naquelas máquinas monstruosas das salas de musculação!

Sugiro o vídeo abaixo para complementar sua leitura a respeito deste assunto:

Como Ter Uma Boa Postura – O Poder Do Treinamento Funcional

Essa preocupação com a postura corporal deve virar um hábito, algo que se faz constantemente, ao sentar, ao deitar, no trabalho, no treino, etc.

Pensando em treinamento, em exercícios de academia em especial, quando o assunto é postura várias frases vêm à tona.

Todas essas ações contribuem positivamente para a postura, mas não é tudo. Para ter uma postura ideal é necessário manter em equilíbrio os músculos envolvidos com a posição anatômica da coluna vertebral.

São eles:

Os Músculos Abdominais – reto do abdome, oblíquos superior e inferior, transverso do abdome;

Os Músculos Eretores – iliocostais, longuíssimos do tórax e espinhais;

Os Músculos Paravertebrais – semi-espinhais, multífidos, rotadores, interespinhais, intertransversários; Iliopsoas e quadrado lombar.

Qual o melhor exercício para corrigir a postura?

É muito comum receber recomendações genéricas, como exercícios que dão mais ênfase ao abdome.

A grande preocupação que as pessoas têm em “secar” a barriga acaba se transformando em fortalecimento dos músculos da região da barriga, mas a postura é muito mais que isso.

Os outros músculos envolvidos também devem ser exercitados e desenvolvidos de forma harmoniosa.

Vale a pena investir tempo e treino nos músculos posteriores (eretores e paravertebrais), assim como os anteriores (abdominais).

Busque informação de fontes coerentes e seguras, conheça melhor seu corpo e tenha um coach ou personal, que lhe oriente durante seu treino.

Para que fique claro, manter o equilíbrio entre os músculos citados deixará seu corpo com uma boa postura. Vale lembrar que não é a aula “X” ou “Y” que irá manter sua postura e sim seu equilíbrio muscular.

O treinamento funcional é hoje um sucesso, tendo uma fama crescente e sendo já muito praticado em academias por todo o país.

Esse formato de exercício é praticado por pessoas que querem músculos definidos e uma silhueta enxuta e também é bastante utilizado pelos responsáveis pelo treino de esportistas profissionais que necessitam alcançar altas performances em suas atividades.

No treinamento funcional, todos os aparelhos típicos das academias – e que só trabalham um músculo por vez – são substituídos por outros como bolas, elásticos e barreiras.

Estes visam trabalhar o maior número de músculos possível e possuem finalidades específicas em diversos exercícios, passando por movimentos mais simples, até outros complexos e que são melhores executados por aqueles que já possuem boa experiência em atividades anteriores.

Por isso os equipamentos que substituem os usuais enganam: parecem simples e pouco desafiadores, mas na verdade ocorre o contrário.

Conclusão Sobre Como Ter Uma Boa Postura – O Poder Do Treinamento Funcional

O treinamento funcional é uma excelente alternativa para você melhorar sua postura sem ter que recorrer apenas a musculação ou ginástica…

O fato de se trabalhar com equipamentos e acessórios não tão comuns como bolas, elásticos, trx, bosú, entre outros, dá um novo ar aos exercícios, o que pode se tornar até mesmo um fator motivacional para muitas pessoas que não gostam muito de frequentar uma academia tradicional para fazer atividades físicas como musculação, crossfit, ginástica entre outros tipos de exercícios…

Experimente o treinamento funcional! Vai valer a pena para você ficar com uma boa postura!

Assista o vídeo abaixo para complementar sua leitura sobre este assunto:

Benefícios Dos Exercícios E Como Iniciar Nas Atividades Físicas

O corpo humano foi criado para o movimento, se você tem uma vida sedentária, está na hora de pensar em formas de se mexer mais. Ter uma vida ativa melhora seu bem-estar e evita inúmeras doenças. Escolha a atividade que mais agradar você e tente incorporar no seu dia a dia, seu corpo agradece!

Para ter uma vida ativa e conseguir os benefícios que o exercício oferece, deve-se ter muita força de vontade, dedicação e paciência, principalmente no início da prática. Porém, o mais importante é adquirir o hábito.

Benefícios dos Exercícios Físicos

  • Queima de calorias e perda de peso;
  • Manutenção da tonificação dos músculos;
  • Melhora a circulação;
  • Melhora as funções cardíacas e pulmonares;
  • Aumento do autocontrole;
  • Redução do estresse;
  • Aumento da habilidade de concentração;
  • Melhora a aparência;
  • Reduz a depressão;
  • Melhora a qualidade do sono;
  • Prevenção de pressão sanguínea e colesterol altos e diabetes.
  • Diminui o risco de doenças.

Dicas para iniciar a atividade física

A melhor maneira é progredir em passos pequenos. Assim como você fez para aprender a andar. Passos pequenos o suficiente que passem quase despercebidos e que a chance de fracasso de cada passo individual seja praticamente nula.

Um segundo passo, por exemplo, poderia ser fazer a mesma coisa, mas agora com roupas próprias para exercício. E nesse caso, já que você está ali, parado, vai ver que talvez comece a andar ou correr antes mesmo de terminar a sua primeira semana.

A princípio parece bobeira ficar parado na esteira sem fazer nada, mas funciona. Em uma semana você já vai sentir a diferença em seu corpo e sentir-se melhor com você mesmo.

Exercícios Aeróbicos

São os que mais benefícios trazem ao organismo, diminuindo a chance de doenças cardiovasculares e melhorando a qualidade e a expectativa de vida.

Caminhada:

É um excelente exercício se você está iniciando as atividades físicas na sua rotina. Dos exercícios aeróbicos, a caminhada é a modalidade que reúne o maior número de vantagens.

Todas as pessoas que não apresentam limitações físicas importantes podem caminhar.

A caminhada permite ao iniciante começar o seu programa de exercícios com cargas bem leves de trabalho e, com o tempo, ir progredindo lentamente, até atingir a intensidade ideal de treinamento.

O custo dessa atividade física é muito baixo e ela pode ser realizada em praticamente qualquer lugar, como na rua, nos parques, na praia, no campo, em pistas atléticas, ginásios.

Ela também promoverá melhorias na saúde, queimará gorduras e trará bem-estar. Para a saúde, é muito melhor caminhar pouco do que não caminhar nada.

Conclusão Sobre O Artigo Benefícios Dos Exercícios E Como Iniciar Nas Atividades Físicas

Não há desculpas para não praticar atividades físicas! Há atividades físicas para os mais diversos tipos de pessoas e gostos pessoais que vão desde uma simples caminhada a coisas mais intensas como musculação, crossfit, artes marciais, e por aí vai…

Simplesmente escolha a sua predileta e comece a se mexer agora mesmo!

Vídeo Sugerido – “O Segredo Da Atividade Física – Drauzio Comenta”

Sugiro que você assista o vídeo abaixo para complementar sua leitura a respeito deste assunto relacionado aos benefícios das atividades físicas e como incorporá-las na sua rotina de vida:

Dieta Para Ganho De Massa Muscular – Dicas Essenciais Para Você

Os melhores resultados para o ganho de massa eficaz são conquistados por um tripé: alimentação, treino e descanso.

Sim! Deixar o corpo se recuperar daquele treino pesado é muito importante para a reparação e construção dos músculos.

O Que É Necessário Ter Em Uma Dieta Para Ganho De Massa Muscular?

Uma dieta para ganho de massa muscular precisa ter proteína, carboidrato e lipídio.

A proteína deve ser consumida em todas as refeições, pois são elas que fornecem os aminoácidos que atuam como “tijolos” para a construção dos músculos.

Priorize as proteínas de alto valor biológico, pois elas contêm todos os aminoácidos essenciais – aqueles que não são produzidos pelo organismo, devendo ser obtidos pela alimentação.

Exemplos de proteínas de alto valor biológico: ovos, leite, yogurte, carne vermelha…

De acordo com as Diretrizes da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, a recomendação de proteína para quem pratica exercícios de força é de 1,6 a 1,7 gramas por quilo de peso por dia, mas, para ganhar massa muscular esses valores podem girar em torno de 2 a 4 gramas por quilo de peso corporal por dia!

O carboidrato é a fonte principal de energia para o corpo, pois é partir dele que o glicogênio muscular é mantido durante a atividade física e no pós-treino.

Se houver deficiência de carboidrato na dieta, o corpo irá utilizar as proteínas para conseguir energia, ou seja, haverá prejuízo no ganho de massa muscular.

Existem dois tipos de carboidrato: os de baixo e os de alto índice glicêmico.  O primeiro tem absorção mais lenta e não causa pico de glicose no sangue, já o carboidrato de alto índice glicêmico é rapidamente absorvido, gerando esse pico.

Priorize o consumo de carboidratos de baixo índice glicêmico para não haver picos de açúcar no sangue e liberação de insulina de forma desnecessária…

Exemplos de carboidratos de baixo índice glicêmico: arroz integral, aveia, batata doce assada…

Outra fonte de energia para o organismo é o lipídio que, além disso, também está envolvido na produção da testosterona, importante no processo de crescimento muscular.

Vale lembrar que o recomendado é o consumo das gorduras mono e poli-insaturadas, provenientes, em especial, de fontes vegetais e de peixes…

As gorduras trans devem de preferência serem abolidas da alimentação, o que é uma tarefa difícil, já que é encontrada em alimentos como sorvetes, biscoitos, bolos…

As gorduras saturadas devem ser consumidas com moderação, que é o caso das gorduras encontradas nas carnes…

Ingira com frequência azeite, óleo de peixe, abacate, amendoim, nozes, castanhas…

Conclusão Sobre Essas Dicas De Dieta Para Ganho De Massa Muscular…

Muitas pessoas querem saber como ganhar massa muscular rápido. No entanto, vale lembrar que o ganho de massa muscular é um processo que não acontece da noite para o dia.

Os resultados satisfatórios aparecem quando a alimentação adequada está associada à prática de exercícios físicos, especialmente a musculação.

Em uma dieta para ganhar massa não podem faltar vitaminas, minerais e antioxidantes, pois eles ajudam na produção de hormônios e minimizam a atuação dos radicais livres, evitando a ocorrência de lesões.

Há alguns alimentos que ajudam com o ganho de massa muscular e também com hipertrofia.

Os suplementos também são importantes, já que complementam as necessidades diárias de nutrientes. Porém, é sempre bom se consultar com um nutricionista antes de sair tomando qualquer coisa e em qualquer quantidade, ou poderá gastar dinheiro a toa…