Dieta Para Ganho De Massa Muscular – Dicas Essenciais Para Você

Os melhores resultados para o ganho de massa eficaz são conquistados por um tripé: alimentação, treino e descanso.

Sim! Deixar o corpo se recuperar daquele treino pesado é muito importante para a reparação e construção dos músculos.

O Que É Necessário Ter Em Uma Dieta Para Ganho De Massa Muscular?

Uma dieta para ganho de massa muscular precisa ter proteína, carboidrato e lipídio.

A proteína deve ser consumida em todas as refeições, pois são elas que fornecem os aminoácidos que atuam como “tijolos” para a construção dos músculos.

Priorize as proteínas de alto valor biológico, pois elas contêm todos os aminoácidos essenciais – aqueles que não são produzidos pelo organismo, devendo ser obtidos pela alimentação.

Exemplos de proteínas de alto valor biológico: ovos, leite, yogurte, carne vermelha…

De acordo com as Diretrizes da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, a recomendação de proteína para quem pratica exercícios de força é de 1,6 a 1,7 gramas por quilo de peso por dia, mas, para ganhar massa muscular esses valores podem girar em torno de 2 a 4 gramas por quilo de peso corporal por dia!

O carboidrato é a fonte principal de energia para o corpo, pois é partir dele que o glicogênio muscular é mantido durante a atividade física e no pós-treino.

Se houver deficiência de carboidrato na dieta, o corpo irá utilizar as proteínas para conseguir energia, ou seja, haverá prejuízo no ganho de massa muscular.

Existem dois tipos de carboidrato: os de baixo e os de alto índice glicêmico.  O primeiro tem absorção mais lenta e não causa pico de glicose no sangue, já o carboidrato de alto índice glicêmico é rapidamente absorvido, gerando esse pico.

Priorize o consumo de carboidratos de baixo índice glicêmico para não haver picos de açúcar no sangue e liberação de insulina de forma desnecessária…

Exemplos de carboidratos de baixo índice glicêmico: arroz integral, aveia, batata doce assada…

Outra fonte de energia para o organismo é o lipídio que, além disso, também está envolvido na produção da testosterona, importante no processo de crescimento muscular.

Vale lembrar que o recomendado é o consumo das gorduras mono e poli-insaturadas, provenientes, em especial, de fontes vegetais e de peixes…

As gorduras trans devem de preferência serem abolidas da alimentação, o que é uma tarefa difícil, já que é encontrada em alimentos como sorvetes, biscoitos, bolos…

As gorduras saturadas devem ser consumidas com moderação, que é o caso das gorduras encontradas nas carnes…

Ingira com frequência azeite, óleo de peixe, abacate, amendoim, nozes, castanhas…

Conclusão Sobre Essas Dicas De Dieta Para Ganho De Massa Muscular…

Muitas pessoas querem saber como ganhar massa muscular rápido. No entanto, vale lembrar que o ganho de massa muscular é um processo que não acontece da noite para o dia.

Os resultados satisfatórios aparecem quando a alimentação adequada está associada à prática de exercícios físicos, especialmente a musculação.

Em uma dieta para ganhar massa não podem faltar vitaminas, minerais e antioxidantes, pois eles ajudam na produção de hormônios e minimizam a atuação dos radicais livres, evitando a ocorrência de lesões.

Há alguns alimentos que ajudam com o ganho de massa muscular e também com hipertrofia.

Os suplementos também são importantes, já que complementam as necessidades diárias de nutrientes. Porém, é sempre bom se consultar com um nutricionista antes de sair tomando qualquer coisa e em qualquer quantidade, ou poderá gastar dinheiro a toa…